Blog

Essa nova moda de brincar

23 de setembro de 2014 at 10h44 / by

Faço uma pós graduação, uma especialização em crianças de 0 a 3 anos. E das discussões em classe sobre a importância do brincar na vida das crianças /pessoas, uma frase vinda de uma colega que trabalha numa escola particular bem conhecida em São Paulo me chocou e não me sai da cabeça.

Ela é responsável por uma sala de crianças de menos de 2 anos e foi questionada por um pai/mãe, sobre as atividades que o filho vinha desenvolvendo na escola. Até aí tudo bem. Os pais tem direito de saber o que os filhos fazem na escola. A explicação da professora terminou com um pai indignado que preocupado com o investimento que vinha fazendo, fuzilou a professora com a seguinte pergunta: “mas como assim? Estou pagando pra o meu filho vir para a escola e ficar aqui sem fazer nada? SÓ brincando???”

Prefiro, tento, faço muita força pra não julgar e me forço a pensar que é desconhecimento de uma pessoa que simplesmente não sabe o quanto é importante, essencial para a criança nessa idade, simplesmente, brincar!!!!

Houve uma época em que não precisávamos ressaltar, falar disso a toda hora. Brincar estava implícito ao conceito de ser criança.
Nos dias de hoje, a preocupação está voltada para uma aprendizagem que garanta adultos mais competitivos profissionalmente e consequentemente mais bem sucedidos”(não vou entrar aqui no mérito do que isso quer dizer exatamente). E tudo isso muitas vezes cedo demais (2 anos de idade uma criança precisa ter conteúdo em sala de aula??)

Resta informar aos pais a importância que tem o brincar no processo de aprendizagem, de aquisição de habilidades físicas, cognitivas e emocionais. E o estrago que pode ser causado caso justamente na infância, época em que a criança pode e sabe brincar livremente, no seu estado mais puro, seja privada disso.

E sim, a criança brincando se suja e se machuca. É dessa forma que ela explora, experimenta, se desenvolve e principalmente, se diverte!

Brincar é muito mais importante do que manter o uniforme limpo. Ou deveria.

Tags

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment

 

— required *

— required *